#397: A Testemunha – Nora Roberts

, em quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 476
Ano: 2015

Sinopse (Skoob):
Fruto de uma inseminação artificial e criada por uma mãe fria e controladora, Elizabeth Fitch se deixa levar por uma noite. Depois de beber além da conta, ela se encanta por um homem galante e dono de um sedutor sotaque russo. Acompanhando a amiga Julie, segue rumo a uma linda mansão em Lake Shore Drive, ainda sem saber que o lugar alteraria para sempre sua vida. Doze anos mais tarde, no interior do Arkansas, uma nova moradora anda despertando a curiosidade da vizinhança. Abigail Lowery não é propriamente uma recém-chegada, mas continua sendo uma desconhecida: em um ano, sabe-se pouco, ou quase nada, sobre a moça. O mistério de Abigail Lowery e sua mente afiada, natureza secreta e filosofia de vida nada romântica intriga o chefe de polícia local, Brooks Gleason, tanto a nível pessoal quanto profissional. Mas enquanto suspeita que Abigail precisa de proteção contra algo, Gleason, acostumado a criminosos de segunda categoria, não faz ideia de que homens poderosos e perigosos o observam e mantêm sob sua mira. E Abigail Lowery, que construiu uma vida baseada em segurança e autocontrole, corre o risco de perder ambos.


Abigail Lowery nasceu Elizabeth Fitch.
Criada por uma mãe fria e extremamente rígida, Elizabeth se rebelou aos dezesseis anos, quando a Dra. Susan viajou. Porém, seu único dia de rebeldia transformou sua vida para sempre.
Tendo um QI bem alto e manipulada pela mãe, Elizabeth já estudava em Harvard nessa época, para se formar em medicina. Mas não era isso que ela queria. Tudo que ela queria era fazer suas próprias escolhas.
Portanto, ela cortou o cabelo e foi ao shopping, sozinha pela primeira vez, determinada a escolher algumas roupas e se divertir como uma garota normal de dezesseis anos faria. Lá, Elizabeth encontrou Julie, uma garota mais velha com quem tinha estudado na escola. Zangada com o ex-namorado, a jovem logo se juntou a Liz – como Julie passa a chama-la – na missão de ajuda-la a ser uma adolescente normal.
Por conta do interesse de Liz em crimes virtuais, ela sabia exatamente como fazer carteiras falsas e comentou isso com Julie, então sua nova amiga a convenceu a fazer carteiras para que as duas pudessem ir a uma boate à noite. O que elas não esperavam é que, no fim da noite, uma fosse estar morta e a outra sob a proteção da polícia e do FBI.
Liz testemunhou o assassinato de Gurevich, um homem que elas conheceram na boate e que estava envolvido com os Volkov, da máfia russa. Após fugir da cena do crime, Liz foi acolhida pela polícia e levada para uma casa segura, onde passou alguns meses, esperando o julgamento no qual iria testemunhar.
Só que no dia do seu aniversário de 17 anos, a casa foi atacada e os agentes que a protegiam foram mortos em sua frente. Nesse momento, Liz fugiu e passou mais doze anos se escondendo, usando seus conhecimentos de computação e hackeando tudo que tinha relação consigo.
Doze anos se passaram e só no último, Liz se estabeleceu em um local que achou que poderia realmente durar. Aí ela já era Abigail Lowery.
Abigail vive em uma casa isolada, na cidade de Bickford, no interior do Arkansas. Trabalha com segurança e não fala com ninguém, mal indo à cidade. Porém, como é uma cidade pequena, a população de Bickford tem muita curiosidade sobre sua moradora mais recente, especialmente o recém instituído Delegado Brooks Gleason.
Com seu jeito calmo, charmoso e teimoso, Brooks se aproxima aos poucos de Abigail, mesmo ela não querendo e resistindo ao máximo. Mas será que ela será capaz de contar seus segredos? E o que fará se os Volkov voltarem a encontra-la?

Pensem num livro bom! Muito bom!
A história é bem envolvente e os personagens são maravilhosos.
Abigail é incrivelmente forte e destemida, porém, ao mesmo, tempo tem um lado vulnerável que precisa de amor e carinho. E Brooks é o clássico cavalheiro protetor. Irresistível.
Uma coisa que gostei muito foi de acompanhar dois problemas, um em âmbito maior que é o da Abigail com os Volkov, e outro causado pelo cara rico de Bickford que se sente o dono da razão e acima da lei. Eles não se entrelaçam, mas o jeito como se encara um, em um momento ou outro, ajuda com o outro.
Ah, e teve um acontecimento triste que eu ainda não superei. Se alguém já leu, comenta aí se imagina qual é. ;)
Fica a dica, então, de mais um livro solo ótimo para vocês lerem, especialmente se estão abusados de série e gostam de romance com suspense.


Nota: 5/5 – favorito.

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Dezembro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário