#393: Ligeiramente Pecaminosos – Os Bedwyns V – Mary Balogh

, em quinta-feira, 24 de novembro de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas: 269
Ano: 2016

Sinopse (Skoob):
Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia.
Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos.
Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão.
Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história.


Lorde Alleyne Bedwyn estava em Bruxelas no dia da Batalha de Waterloo. Ou melhor, ele estava no campo de batalha, cumprindo seu dever como futuro diplomata, quando foi atingido por uma bala na perna. Ele tentava voltar para os portões de Namur, porém o ferimento o derrubou do cavalo na floresta de Soignés.
Se não fosse por Rachel York, uma jovem dama que tinha ido tentar encontrar tesouros entre os corpos e o achou quase morto, Lorde Alleyne teria morrido realmente.  Ela o resgatou com a ajuda de um sargento caolho e o levou para a casa das amigas, onde estava hospedada.
Bridget, Phyllis, Flossie e Geraldine são prostitutas que acolheram Rachel depois que ela foi depenada e abandonada por um charlatão. Elas também foram enganadas pelo falso reverendo e estavam trabalhando para juntar dinheiro e voltar à Inglaterra para ir em busca do cafajeste e ter sua vingança. E o dinheiro de volta para que pudessem se aposentar.
As quatro aceitaram cuidar do homem desacordado e adoentado que é Alleyne logo que chegou trazido por Rachel. O que nenhum deles esperava era que o rapaz acordasse sem memória. Nem do próprio nome ele lembrava, o que se mostrou um grande empecilho para procurar sua família. Porém não o impediu de ser ajudado e de ajudar as mulheres que o acolheram e cuidaram dele.

Logo que terminei de ler o livro anterior fiquei bem ansiosa por esse por causa de toda a tensão deixada no ar e não me arrependi de esperar.
Alleyne ter perdido a memória foi um golpe duro, mas nem isso fez ele perder o jeito brincalhão que me conquistou desde que o conheci no primeiro livro da série. E a cada vez que ele quase lembrava de algo eu ficava agoniadinha lembrando das passagens dos livros anteriores.
Rachel não me conquistou tanto assim, individualmente. Mas o conjunto das “garotas” me encantou totalmente! Elas são de bem com a vida e alto astral mesmo nos seus piores momentos, não se deixam abalar pelas adversidades e se adaptam às situações que se apresentam. Além disso, são tão diferentes umas das outras e se completam tão bem que protagonizam as melhores cenas do livro.
Meu livro favorito dentre os Bedwyns continua sendo o da Freyja, Ligeiramente Escandalosos, mas esse é muito bom. Agora é aguardar o lançamento do último livro, para o qual tenho altas expectativas.

Nota: 5/5 – favorito.

Série Os Bedwyn:
  1. Ligeiramente Casados
  2. Ligeiramente Maliciosos
  3. Ligeiramente Escandalosos
  4. Ligeiramente Seduzidos
  5. Ligeiramente Pecaminosos
  6. Ligeiramente Perigosos – lançamento em 2017


Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Novembro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário