#388: Quando o Amor Bater à sua Porta – Samanta Holtz

, em sexta-feira, 28 de outubro de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016

Sinopse (Skoob):
Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.


Malu Rocha é uma escritora estressada, impaciente e focada. Os únicos momentos em que ela relaxa são quando pedala e visita o avô na casa de repouso onde ele mora.
Nos últimos tempos, Malu anda ainda mais impaciente, lutando com a finalização de seu novo romance, que já está quase atrasado, e quem sofre diretamente com isso é Rebeca, a assessora que Malu contratou como um favor para um antigo editor e que é jovem, inexperiente e atrapalhada, porém esforçada.
A escritora está trabalhando no final de seu livro quando um estranho bate à sua porta. Ele se chama Luiz Otávio – coincidentemente o nome do personagem do livro que está escrevendo – e diz ter perdido a memória em um acidente quando ia vê-la. Malu não sabe quem é aquele homem e, por conta das trapalhadas de Rebeca, não sabia que teria um compromisso com ele. Ela pensa em dispensá-lo logo e esquecer dele, porém algo em Luiz Otávio faz Malu tentar ajuda-lo.
Como ele não tem meios de se sustentar ou a quem recorrer, a escritora o contrata para fazer serviços gerais em sua casa e eles começam a se conhecer.

Quando o amor bater à sua porta é sobre a jornada de uma mulher em busca do autoconhecimento e da redescoberta. Quanto mais Malu tenta ajudar Luiz Otávio, mais ela descobre coisas novas sobre si mesma e lembra de outras, encarando traumas e decepções do passado.
Eu gostei bastante do livro exatamente pela evolução da Malu, mas ela não é minha personagem favorita, pois no começo eu a achei bem chata e ela tem um vício que eu não suporto: o cigarro! (É sério, os personagens podem ser viciados em qualquer coisa, ser chatos e tal – eu suporto, mas falou em cigarro eu passo longe. A leitura era meio assim: estava tudo bem, eu começando a simpatizar com ela aí “Malu tragou” e eu “eca! Apaga isso!”. kkk)
Meu favorito é o Luiz Otávio, cara simples, educado, compreensivo, paciente. A cada página e atitude paciente dele diante das adversidades, quando ele devia estar insuportável querendo descobrir tudo sobre si mesmo, eu o admirava mais. Acabei o livro apaixonada por ele. rs
Gostei muito da escrita da Samanta Holtz, que é fluida e nada enrolada, e quero conhecer outras obras dela no futuro.
Eu ia dar nota 4, mas o final me conquistou e dei mais meio pontinho. (Vocês já viram que agora dá para pôr nota quebrada no Skoob? Que felicidade!)


Nota: 4,5/5.

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Outubro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário