#373: A Caminho do Altar – Os Bridgertons #8 – Julia Quinn

, em quarta-feira, 13 de julho de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas:317
Ano: 2016

Sinopse (Skoob):
Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.


Tudo começou com um baile em Abbey Hall, a casa de campo de Anthony e Kate Bridgerton. Gregory Bridgerton, o mais novo dos filhos de Violet, viu todos os irmãos casarem por amor e sabia, mesmo sem ter lembranças de seu pai, que ele e a mãe foram extremamente apaixonados um pelo outro. Portanto, o jovem e último Bridgerton solteiro não via a hora de conhecer a mulher da sua vida.
Lucinda Abernathy já está mais do que acostumada a ser relegada a segundo plano toda vez que algum rapaz vem falar com ela e se depara com sua melhor amiga, Hermione Watson. Não que Lucy seja feia, ela é muito bonita, porém não chega aos pés da beleza exuberante de sua amiga. E não se incomoda com isso, pois já está praticamente noiva de um rapaz que será conde um dia. O que Lucy quer é que Hermione encontre um rapaz de boa posição social por quem se apaixonar e esqueça seu suposto amor pelo secretário do próprio pai.
Quando Lucinda e Gregory se conhecem, ela já imagina que ele se aproximou apenas por causa de Hermione, mas por um instante – quando o jovem Bridgerton, diferente de todos os outros homens, também é educado e gentil com ela – Lucy pensa que seria bom se Gregory estivesse ali por ela. Porém a jovem logo esquece isso e planeja unir o rapaz a Hermione.
Os três passam cada vez mais tempo juntos e Lucy começa a gostar de verdade de Gregory, mesmo sabendo que aquilo não dará em nada, já que já está prometida a outro. Hermione também começa a se interessar pelo jovem Bridgerton e ele está mais e mais certo de que ela é a mulher da sua vida. Mas será que é isso mesmo que o destino reserva para os três?

Eu ri, me emocionei, chorei, torci, me angustiei, ansiei e ri de novo. Gente, a Julia Quinn não perdeu a mão em nenhum livro dessa série! Os livros seguem a mesma fórmula: o casal se conhece – tem uns problemas – depois tudo se resolve e eles são felizes para sempre. Mas mesmo seguindo a fórmula, cada um tem algo de diferente do outro, seja no comportamento dos personagens ou nos desdobramentos da história.
Traduzindo, sou fã roxa da Julia Quinn e leria até lista de compras dela, basta chegar na minha mão. Ou seja, uma das melhores notícias do ano foi saber que a Arqueiro adquiriu os direitos de todos os livros que essa mulher já publicou e vai lançar tudo aqui durante os próximos anos.
Mas voltando ao livro do momento. Gregory não é o mais apaixonante do Bridgertons e em alguns momentos eu quis sacudi-lo para ver se ele enxergava umas coisas que estavam bem a sua frente. Lucy é muito legal e sua lealdade para com aqueles que ama me fez admirá-la muito. Hermione é uma boa moça, porém muito clássica, se é que vocês me entendem, então a achei um pouco insípida.
Adorei a participação dos outros Bridgertons, especialmente Hyacinth e Colin. E tem uma cena linda da Violet com o Gregory que me levou às lágrimas. Só senti falta da Lady Danbury. (Sério, adoro essa velha cara de pau.)
Só sei que ainda bem que a Arqueiro vai lançar o livro extra dessa série em novembro (tomara que não dê problema e atrase), porque é muito difícil me despedir de uma família da qual eu já me sinto parte!

Nota: 5/5 – favorito.

Série Os Bridgertons:
  1. O Duque e Eu
  2. O Visconde que Me Amava
  3. Um Perfeito Cavalheiro
  4. Os Segredos de Colin Bridgerton
  5. Para Sir Philip, com amor
  6. O Conde Enfeitiçado
  7. Um Beijo Inesquecível
  8. A Caminho do Altar
  9. Extra: E Viveram Felizes para Sempre ~ livro de “segundos epílogos” e uma história da Violet ~ previsto para novembro.



Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Julho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário