#371: Curtindo a Vida Adoidado – Todd Strasser

, em quarta-feira, 6 de julho de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Gutemberg
Páginas: 160
Ano: 2016

Sinopse (Skoob):
A vida passa rápido demais. E se você não parar de vez em quando para vivê-la, vai acabar perdendo o seu tempo.
Os pais de Ferris Bueller realmente acreditaram que ele estava doente. A sua pior atuação em anos, e eles haviam caído nessa. Ferris não esperava que fosse fácil convencer o amigo, Cameron, a sair de sua fossa interior para acompanhá-lo em um dia onde o céu era o limite e não haveria nada que eles não pudessem fazer. Tirar a namorada, Sloane, da aula seria a parte fácil do plano, mesmo com a marcação cerrada do diretor Rooney e a perseguição de Jeanie, a explosiva irmã de Ferris.
Tendo Chicago inteira como parque de diversões e com a missão de fazer com que seu dia de folga seja incrível, Ferris não aceitará ter nada menos que o dia mais inesquecível de sua adolescência tão inesquecível quanto o filme de John Hughes, que completa 30 anos em 2016.
Considerado uma das obras mais importantes do cinema e o retrato de uma geração, Curtindo a vida adoidado é a expressão do sonho de jovens de todas as épocas. Afinal, quem nunca quis fugir de uma aula chata para curtir um dia lindo na companhia de seus melhores amigos?
Publicado pela primeira vez no Brasil em formato de romance, esta edição comemorativa contém altas doses de encrencas, aventuras e desculpas esfarrapadas!
Salve Ferris!


Ferris Bueller decidiu que o maravilhoso dia de primavera que está fazendo merece ser aproveitado em todas as suas possibilidades, assim, ele resolve cabular aula pela nona vez no semestre e dá início aos seus planos fazendo os pais acreditarem que está bastante doente. A única que não cai na sua história é Jeanie, sua irmã, que não entende como todos são enganados tão facilmente pelo irmão/filho queridinho.
Depois que a família sai de casa, Ferris organiza as mensagens prontas para atender o interfone da porta e da secretária eletrônica e liga para seu melhor amigo, Cameron Frye, para convencê-lo a sair com ele para aproveitar o dia.
Cameron está bem doente e, sendo um pessimista, teme que o dia termine mal para seu lado, pois ele sempre é pego mesmo quando Ferris se safa, mas o amigo é persuasivo demais e termina por convencer Cam a sair.
Essa fase concluída, Ferris dá um jeito de tirar Sloane Peterson, sua namorada, da escola, já que ele não conseguiu falar com ela antes que a garota saísse de casa. Com a “gangue” reunida, eles vão para Chicago e aprontam várias pela cidade, fugindo a todo momento de serem pegos por parentes.

Essa edição comemora os 30 anos do filme homônimo cujo roteiro é de John Hughes. A adaptação do roteiro foi feita por Todd Strasser e eu posso dizer que foi bem-feita, pois faz muito tempo que vi o filme (adoro!) e consegui visualizar as cenas com bastante facilidade.
Porém, eu não sei se é por já ter visto o filme várias vezes antes de ler o livro, mas achei que a narrativa escrita não me empolgou tanto quanto o filme em si. Eu já passei por isso com outras obras que li depois de ver o filme (como Nárnia), mas não lembro de já ter lido algum livro que foi escrito após o filme e baseado na versão cinematográfica. O caminho das obras geralmente é o oposto.
Ainda assim foi uma leitura divertida e rápida. Até porque o livro é pequeno. Kkk
Mas não deu para me apegar direito a nenhum personagem. Acho que a história funciona melhor na telinha.


Nota: 3/5

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Julho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário