#365: O Príncipe dos Canalhas – Loretta Chase

, em segunda-feira, 13 de junho de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas: 2015
Ano: 286

Sinopse (Skoob):
Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.


Jessica Trent viajou para Paris com a avó, Genevieve – Lady Pembury, para resgatar o irmão, Bertram, e impedi-lo de afundar-se ainda mais em dívidas e problemas. A jovem foi avisada pelo criado do irmão que o rapaz estava em sérios apuros por causa de sua amizade com o Marquês de Dain, também conhecido como Lorde Belzebu.
Tendo cuidado pessoalmente da criação do irmão desde muito jovem, pois os dois são órfãos e foram morar de favor na casa de tios, Jess não tenta procurar a ajuda de ninguém para ajudá-la a resgatar Bertie. Além disso, ela sempre buscou ser independente e a avó a apoia nisso.
Corajosa, ela não se deixa intimidar por Dain e o enfrenta – por assim dizer – de igual para igual. A beleza, atitude e inteligência de Jessica deixam Lorde Belzebu intrigado e desconcertado ao mesmo tempo. Ele, que tem o orgulho de dizer que nunca foi afetado por mulher alguma, se vê irremediavelmente atraído por Jess. E o que é pior de tudo é que ela é obviamente uma dama. Um tipo de mulher com o qual Dain nunca sonhou em se envolver.
Os dois se envolvem em um jogo de tentar superar o outro e terminam abalando as próprias reputações, o que complica a vida de ambos.

Eu A-M-E-I esse livro! Me diverti muito lendo e curti cada apelido que Jess dava para Dain, como “Sua Majestade Satânica”, também me arrepiava quando ele se referia a ela como “Minha Dama”. (Tipo me arrepio toda quando leio o Roarke chamando a Eve de “Querida Eve”. *-*)
Jessica é uma mocinha à frente de seu tempo: ousada, independente, forte e claramente inteligente. Dain também é ótimo; sua atitude de bad boy esconde um cara muito sensível que endureceu o exterior para se proteger do desprezo da maioria das pessoas. Ele é tão fofo que não sabe o que fazer com sentimentos bons e amorosos direcionados a ele e fica todo confuso. Me dava vontade de puxar ele num canto e explicar o que estava acontecendo. Kkk
A narrativa da Loretta é maravilhosa: ágil e bem envolvente. Já estou fã da autora e logo lerei mais livros dela.
Se você ainda não leu, não sabe o que está perdendo! *tiro no crush* ;)

Nota: 5/5 – favorito.

Scoundrels Series (segundo a própria autora, em seu site, não foi planejada como série, porém os personagens aparecem em mais de um dos livros):
  1. The Lion’s Daughter – os títulos em inglês não sei se ou quando serão laçados aqui.
  2. Captives of The Night
  3. O Príncipe dos Canalhas
  4. The Mad Earl’s Bride (conto)
  5. O Último dos Canalhas



Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Junho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário