#355: Trono de Vidro – Trono de Vidro I – Sarah J. Maas

, em sexta-feira, 29 de abril de 2016 ,
Bookmark and Share

Editora: Galera Record
Páginas: 392
Ano: 2013

Sinopse (Skoob):
Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.


Celaena Sardothien, uma jovem de 18 anos, é uma assassina e cumpre sua sentença nas Minas de Sal de Endovier. Já fraca pelo exaustivo trabalho que exerce há um ano, ela é levada pelo capitão da Guarda Real, Chaol Westfall para encontrar o príncipe herdeiro de Adarlan, Dorian Havilliard, e recebe uma proposta: se tornar campeã do rei (um homem muito ambicioso).
A proposta consiste em assumir missões dadas pelo próprio rei, mas com salário pago e uma recompensa final, que seria sua liberdade após quatro anos. Sem ter outra opção, além de voltar a trabalhar nas minas, Celaena aceita a condição. A primeira surpresa da protagonista é o palácio ser feito de vidro (claro que de uma forma resistente), ela não confia muito no ambiente exposto e para que possa se sentir mais segura, ocupa um dos quartos da parte de pedra.
Após ter os pais assassinados, quando ainda tinha 8 anos, ela estava entre a vida e a morte, na margem de um rio de águas geladas; foi quando seu mentor, Arobynn Hamel, o rei dos Assassinos, decidiu levá-la consigo para seu forte na fronteira de Adarlan e Terrasen (terra natal de Celaena) e, mais tarde, começar a treiná-la.
Celaena é uma forte candidata na disputa pelo título, mas usa um nome falso para não despertar o interesse dos outros competidores, ela se passa por Lillian Gordaina e sua alcunha é de ladra de joias. Mas existe um candidato que desperta o interesse de todos: Cain. A cada dia de treinamento que passa, ele parece mais forte e assustador, sendo que Cain sempre atormenta a protagonista.
Outra candidata é Lady Kaltain Rompier. Ela e o Duque Perrington sempre conversam como confidentes e o duque demonstra interesse na moça, comprando-lhe coisas e fazendo propostas. Kaltain almeja a coroa, principalmente pelo príncipe ser tão bonito e disputado, mas enquanto não consegue, permanece com o duque, até porque com ele é mais fácil de ficar próximo do príncipe.
Uma surpresa é a princesa de Ewylle, Nehemia. É bastante astuta, bonita e gentil e está em Adarlan para conhecer mais sobre a cultura deles. Cogitam que ela queira fazer uma proposta ao rei, mas os planos de Nehemia vão além disso.

Eu gostei muito do livro, principalmente porque me surpreendeu! A personagem cresceu com a narrativa, fez amigos e se tornou mais amável, apesar de ela ser uma assassina, né. Chaol ganhou meu coração, é bastante leal e foi muito prudente enquanto treinava a Celaena para a disputa. O Dorian superou minhas expectativas. É uma ficção estrangeira simplesmente fantástica.

Nota: 5/5.

Série Trono de Vidro:
  1. Trono de Vidro
  2. A Lâmina da Assassina (1.5 – coleção de histórias anteriores aos acontecimentos do livro 1)
  3. Coroa da Meia-Noite
  4. Herdeira do Fogo
  5. Rainha das Sombras
  6. Império de Tempestades (Empire of Storms) – ainda não publicado no Brasil.
  7. Livro 6 (publicação esperada para 2017 nos EUA)



Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Abril. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário