#316: O Conde Enfeitiçado – Os Bridgertons #6 – Julia Quinn

, em terça-feira, 17 de novembro de 2015 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas: 287
Ano: 2015

Sinopse (Skoob):
Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.


Francesca Bridgerton viveu dois anos envolta em muita felicidade e amor com seu marido John, o Conde de Kilmartin. Porém ele morre de forma súbita, deixando-a arrasada. Tão triste que nem com Michael Stirling, primo de John e melhor amigo do casal, ela consegue conversar direito.
Para Michael a morte do primo também não foi fácil. Apaixonado por Francesca desde que John a apresentou como sua noiva, ele luta contra o sentimento todos os dias, e com o infortúnio da morte de John, sua culpa só aumenta, porque ele nunca quis a vida do primo, mas é exatamente isso que recebe. Menos a esposa dele.
Anos se passam com os dois vivendo em lugares diferentes do mundo, cada um vivenciando o seu luto como pode, e sem se comunicar diretamente. Até que Michael volta para assumir suas responsabilidades e Francesca resolve que é hora de procurar um novo marido para finalmente ter os filhos com que sempre sonhou.
Michael tem uma nova chance de dar vasão a seus sentimentos, porém antes ele precisa lidar com a culpa que sempre sentiu por desejar a mulher do primo. E Francesca precisa aceitar sensações que ela nunca sentira antes na presença de Michael.

Vou dizer logo que esse foi o volume que menos me empolgou em toda a série Bridgertons até agora. Apesar disso, eu adorei os personagens e a escrita da Julia continua maravilhosa. A Francesca só não me conquistou tanto quanto os outros irmãos, ou o Michael, personagem que eu admirei mais e mais a cada página.
Antes de falar mais, quero explicar sobre a cronologia de O Conde Enfeitiçado na série. Ele começa antes de Os Segredos de Colin Bridgerton, porém, alguns capítulos depois, a história pula alguns anos e se iguala ao período do livro de Colin, e mais capítulos à frente, iguala também com a história de Eloise. Acredito que a Julia tenha deixado ele por último dos três porque parte da narrativa não se passa em Londres ou próximo do resto da família, e sim na Escócia, onde a família do marido falecido de Francesca tem sua casa principal.
Voltando aos personagens, a Francesca é uma dama mais tranquila, bem acomodada nos costumes da época e acho que foi isso que me deixou menos empolgada com ela. Depois de ler seis livros com irmãos e irmãs e seus pares mais vivazes e desafiadores, eu achei essa Bridgerton um pouco simples e calma demais. (Talvez entenda melhor o que quero dizer quem já acompanha a série.)
Por outro lado, Michael Stirling me encantou. Ele é um homem simples, sem fortuna, criado praticamente como irmão do primo e herdeiro da família. Quando John apresenta a futura esposa, Michael se encanta por ela, porém, para não magoar o melho-amigo-primo-irmão, segura a onda o suficiente para ficar muito amigo também de Francesca. Depois que eles perdem, John, Michael – que nunca cogitou a possibilidade de, por assim dizer, tomar o lugar do primo – se sente culpado e se isola, viajando mundo afora. E quando ele volta para assumir suas responsabilidades, continua se mantendo firme em não tentar ter Francesca, pois acha isso errado. Até que ele não consegue mais.
Só posso dizer que admiro a força que ele teve para não magoar as pessoas de quem era mais próximo de um jeito que poderia ter sido irreversível, mesmo isso cortando seu coração.
Minhas partes preferidas no livro: quando o Colin aparece se metendo na relação entre o Michael e a Francesca. rsrs

Nota: 4,5/5.

Série Os Bridgertons:
  1. O Duque e Eu
  2. O Visconde que Me Amava
  3. Um Perfeito Cavalheiro
  4. Os Segredos de Colin Bridgerton
  5. Para Sir Philip, com amor
  6. O Conde Enfeitiçado
  7. Um Beijo Inesquecível ~ daqui em diante, não lançados no Brasil, títulos provisórios.
  8. A Caminho do Altar


Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Novembro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário