#301: 360 Dias de Sucesso – Thalita Rebouças

, em quarta-feira, 15 de julho de 2015 ,
Bookmark and Share

Editora: Rocco
Páginas: 303
Ano: 2014

Sinopse (Skoob):
Um grupo de amigos que só queriam levar um som e se divertir veem a vida virar de cabeça para baixo depois que publicam um vídeo na internet e se tornam sucesso imediato na rede. Retratando, com a sensibilidade e o bom humor de sempre, um fenômeno cada vez mais frequente em tempos de internet a fama instantânea e efêmera, Thalita Rebouças volta à literatura juvenil, depois de dois bem-sucedidos títulos infantis, em seu novo e aguardado romance, 360 dias de sucesso, o primeiro narrado por um protagonista masculino. Um livro divertido e emocionante sobre sonhos, ídolos, romance, amor não correspondido, traição, escolhas. E, claro, muita música.


Pedro, Theo, Pá (Marcelo), Gualter e Mari são os cinco jovens que vão montar uma banda sem muitas pretensões, estourar entre os jovens depois de um clipe postado no Youtube e conhecer o que são fama e sucesso no espaço de um ano.
Tudo começa com Pedro e Theo que são vizinhos e amigos de infância, e que sempre se encontram na garagem da casa do primeiro para tirar um som do violão. Paulão, o pai de Pedro, os ouve um dia e dá um leve incentivo para o filho montar uma banda, garantido a garagem como local de ensaio, inclusive com isolamento acústico.
Os garotos precisam de um baixista, já que Pedro é o guitarrista e Theo o vocalista. É aí que entra Pá, ou Marcelo – como só a mãe dele o chama. Depois eles percebem que falta uma bateria, entrando Gualter. E por último o teclado e a segunda vocalista na pessoa de Mari.
O que começa mais como uma diversão se torna grande muito rápido, a partir do dia que Paulão faz um churrasco para que eles toquem para família e amigos. Depois disso, surge a oportunidade de tocar em uma festa de quinze anos. Então, eles recebem a proposta de filmar um clipe e pôr no Youtube. E aí a banda realmente estoura.
Em menos de um ano, esses cinco jovens vão do comum ao estrelato e de volta à vida comum. Como? Só vocês lendo para saber.

Quem narra a história da banda é Gualter, já com 24 anos e depois de terem se passado oito anos da maior aventura de sua vida. Ele conta como todos se conheceram, onde tudo começou, explodiu e acabou. Quem foram cada um deles, quem os apoiou e quem tentou pô-los para baixo.
Eu me apeguei muito ao Gualter. E ao Pá, à Mari e ao Paulão. Do Pedro e do Theo eu gosto, mas estão distantes de serem meus queridinhos nessa história. A história é leve, divertida, mas ao mesmo tempo aborda vários temas bem interessantes como o vício em álcool na adolescência, as responsabilidades com compromissos assumidos, a imaturidade e a questão de a fama subir à cabeça.
O jeito como a Thalita escreve me fez grudar no livro. Ela solta que vai acontecer algo bombástico que vai mudar o destino de todo mundo e passa capítulos para dizer o que realmente acontece, aí você fica criando várias teorias enquanto ela solta pequenas pistas. Eu pensei que a tal bomba ia ser algo bem mais sério do que o que foi, mas me surpreendi positivamente por ela ter mantido tudo mais simples. Ficou completamente dentro da realidade.
A linguagem que ela usa também, bem direta e jovial, deixa o livro bastante dinâmico, porém em alguns momentos senti falta de um pouco mais de aprofundamento em alguns assuntos – mas isso pode se dar também pela escolha de um narrador homem-adolescente, afinal, os rapazes são bem mais simples em seu jeito de resolver as coisas, perdoar certas situações e tal, já que eles não são de remoer como as mulheres (ou isso é o que o Gualter defende).

Nota: 4,5/5.



Escolha da Lu para o Gêmeas Book Club de Julho.

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Julho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário