#285: A Lua de Mel – Sophie Kinsella

, em terça-feira, 5 de maio de 2015 ,
Bookmark and Share

Editora: Record
Páginas: 496
Ano: 2013

Sinopse (Skoob):
Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas. 


Lottie Graveney achava que seu namorado, Richard, ia pedi-la em casamento após leva-la a um restaurante chique e quando ele simplesmente pergunta sobre uma viagem que eles poderiam fazer, Lottie termina com ele.
Fliss Graveney tem uma apresentação para fazer como editora de uma revista que avalia hotéis, quando recebe a ligação da irmã contando que terminou, o que gera muito preocupação, pois – segundo a experiência de Fliss – sempre que Lottie termina um relacionamento, ela faz Escolha Infelizes. Para completar, o ex-marido de Fliss, Daniel, chega de surpresa no escritório e despacha o filho deles, Noah – de quem ele deveria cuidar até o dia seguinte – de volta com ela, sem explicação e sem desculpas.
Enquanto tenta se recuperar da decepção, Lottie tem contato com Benedict Parr, um de seus primeiros namorados, que conheceu em uma ilha grega anos atrás e com o qual fez um pacto de que eles se casariam se estivessem solteiros aos 30 anos. Então, conversando com Ben, eles decidem se casar e ter sua lua de mel em Ikonos, a ilha onde se conheceram.
Quando Lottie conta para Fliss que vai se casar, esta entra em pânico, pois não quer que a irmã passe pelo mesmo que ela está passando com um divórcio terrível. Assim, Fliss se alia a Lorcan Adamsom, amigo de Bem, para impedir esse casamento absurdo.

A verdade é que não gostei tanto deste livro quanto geralmente gosto dos livros da Sophie Kinsella. Ele tem personagens doidas, muitas cenas esdruxulamente ridículas, mas ficou meio forçado demais, não sei...
Lottie e Ben são chatos. E sem noção. Absurdos demais até para as obras da Kinsella. Pelo menos Fliss, Lorcan e Noah salvam o livro.
É livro da Sophie, então eu ainda indico, mas não é o melhor dela.


Nota: 3,5/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário