#283: Jogos do Prazer – Os Rothwells #3 – Madeline Hunter

, em sábado, 11 de abril de 2015 ,
Bookmark and Share

Editora: Arqueiro
Páginas: 239
Ano: 2014

Sinopse (Skoob):
A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.


Roselyn Longworth vivia isolada no campo, na casa da família protegida pelo Lorde Hayden Rothwell (livro 1 – As Regras da Sedução), até que recebeu as atenções de Lorde Norbury. Ela se envolveu com ele, achando que o homem era verdadeiro em suas intenções, porém o Lorde não era um cavalheiro e levou Rose para uma festa de muita má fama em sua casa de campo.
Ultrajada pelo que estava sendo obrigada a aguentar, Roselyn só queria ir embora, mas Norbury não permitia. Ele ficou tão irritado com sua insistência e desagrado óbvio que resolveu leiloa-la entre seus convidados. Rose ficou apavorada com a humilhação e perspectiva, e previa um destino ainda pior nas mãos daqueles lordes devassos, quando foi salva por Kyle Bradwell.
Ele não era um lorde, longe disso, porém muito mais cavalheiro que vários deles. Kyle, ganhou o leilão e tirou Rose daquela casa na mesma hora, levando-a para sua família, sua prima Alexia Rothwell. Depois de deixa-la lá e saber que os Rothwell iam ajuda-la o quanto conseguissem sem que todos mergulhassem num escândalo, Kyle se distanciou e tentou esquecer Roselyn.
No entanto, Christian Rothwell, o Marquês de Easterbrook, tem outros planos. Ele propõe que Kyle se relacione de verdade com Roselyn, pois assim será mais fácil romantizar o escândalo e diminuí-lo, afetando menos a reputação de todos os envolvidos.
Enquanto Kyle pensa na proposta de Easterbrook, que ele acha inadmissível no início, encontra Roselyn algumas vezes e a ajuda com questões das terras da propriedade dela.

A série dos Rothwell não é a minha preferida dos romances de época lançados pela Arqueiro, mas é muito boa, por ser muito bem escrita. Jogos do Prazer é melhor que o livro 2, mas não melhor que o primeiro, que ainda é meu queridinho. E uma dica: para entender melhor os pormenores desse livro, é preciso ter lido o primeiro. Não é imprescindível, mas há uma ligação forte entre ambos.
Roselyn é muito leal à família e está resignada a se isolar e viver sem contato com a prima e a irmã mais nova pelo bem das duas, ela paga pelos crimes dos irmãos para poupar a irmã. Kyle cresceu na vida por esforço próprio e com a ajuda do lorde que comandava as minas de carvão da vila onde ele morava, ele não se acha digno de Rose por não ter sangue nobre.
Easterbrook se mostra um casamenteiro de primeira. rsrs Na verdade, ele é bastante astuto e, de alguma forma, sabe que seu plano dará certo. Ele é o meu personagem preferido na série, por ser todo misterioso e interessante.
Enfim, a série é muito boa, principalmente se você gosta de romances tranquilos.

Nota: 4,5/5

Série Os Rothwells:
Jogos do Prazer

Segredos de um Pecador

Esse livro foi escolha da Kellen no GBC de Dezembro.


Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Abril.

Nenhum comentário :

Postar um comentário