#256: High Noon - Nora Roberts

, em segunda-feira, 21 de julho de 2014 ,
Bookmark and Share

*Livro em inglês*
*Livro digital*

Sinopse (Skoob):
Lt. Phoebe MacNamara, the chief hostage negotiator for the Savannah, GA, PD, meets Duncan Swift, a sports bar owner, as they both try to prevent a suicidal bartender Duncan fired from jumping off a roof on St. Patrick's Day. In the aftermath, a romance develops between Phoebe and Duncan, though in typical Roberts style the enigmatic Phoebe's devotion to career and family, who include a young daughter and an agoraphobic mother, creates tension in their relationship. After Phoebe survives a vicious attack within her own precinct house by an unknown assailant, it becomes clear that someone is intent on harming Phoebe and those close to her.


No trabalho, ela é constantemente desafiada, não só pelas situações que enfrenta – liberar reféns, salvar suicidas de si mesmos – como também por colegas sexistas que não gostam de receber ordens de mulheres. Na delegacia, ela conta com o apoio do seu mentor, Dave McVee, do detetive Sikes, seus parceiro em vários casos, de vários outros oficiais e de Liz Alberta, detetive da unidade de crimes sexuais.
Phoebe é chamada para demover um suicida de pular de um prédio no dia de São Patrício. Ela deixa sua família aproveitando o feriado e vai para o trabalho. Lá, Phoebe conhece Duncan Swift, o empregador do homem que está prestes a se matar. Ela resolve a situação satisfatoriamente e deixa Duncan embasbacado.
Ele logo a chama para sair e ela termina aceitando encontra-lo para um drink. Num dos bares dele. O caso é que Duncan era taxista e bartender até que ganhou na loteria. Desde estão ele tem investido em vários empreendimentos, mas nunca deixou suas raízes se perderem.
Phoebe não está com muita disposição para um envolvimento amoroso, mas Duncan vai se infiltrando pacientemente em sua vida e na de sua família, afinal ele sabe o que quer e sempre lutou para alcançar seus objetivos.
Em meio à reviravolta da sua vida pessoal, Phoebe enfrenta problemas no trabalho. O primeiro deles quando ela é atacada na delegacia por alguém que parece saber exatamente como os policiais agem. Depois disso, alguém passa a deixar animais mortos em sua calçada e um hostage-taker (sequestrador não passa o sentido correto no caso, por isso mantive a expressão em inglês) que Phoebe convence a se entregar é alvejado ao se render.
Alguém quer se vingar de Phoebe, mas quem será? Porque motivo? E será que alguém da família dela será atingido diretamente?

High Noon é mais um livro incrível da minha diva Nora Roberts que infelizmente ainda não foi lançado no Brasil.
Cheio de suspense – em um dado momento o sangue até espirra das páginas – o livro te deixa ansioso para saber quem é o criminoso, porque ele está fazendo tudo o que faz e até onde vai chegar.
Na verdade, eu acho que me impressionei ainda mais com o livro do que seria o meu normal porque já tinha assistido o filme para TV baseado nele e – eu adoro o filme – a obra televisiva é muito mais leve. Tem mais ou menos as mesmas cenas violentas, mas de uma forma muito mais suave que quando eu li fiquei de queixo caído. E a parte mais fofa do filme é mil vezes mais fofa no livro e me levou a lágrimas de emoção.
Phoebe é do meu tipo preferido de mocinha: sabe se cuidar, defende os seus com unhas e dentes e põe muito homem no chinelo. Ela não leva desaforo para casa, é inteligente e luta pelo que quer. Duncan não fica por baixo e faz jus à co-protagonista. Ele é carinhoso e muito atencioso, com ela e com a família dela. (Claro que a óbvia adoração dele pela Carly me faz gostar dele ainda mais!)
Os personagens secundários – a família da Phoebe, a família do Duncan e o pessoal da delegacia – têm seu valor e não são deixados de lado na hora de serem desenvolvidos e terem suas histórias bem abordadas no livro. E o vilão é muito bem construído também.
Torço muito para que esse livro saia no Brasil para que eu possa indicar para todo mundo e também para poder reler e ficar ansiosa/empolgada/emocionada/abismada tudo de novo!


Nota: 5/5 – favorito!

Nenhum comentário :

Postar um comentário