#214: Almanova – Trilogia Incarnate I – Jodi Meadows

, em segunda-feira, 6 de janeiro de 2014 ,
Bookmark and Share

Editora: Valentina
Páginas:
Ano: 2013

Sinopse (Skoob):
Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê. SEM-ALMA A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre... HEART Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto -- de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos? “Incarnate tem algo de estranho e intrigante. Algo novo. Não dá vontade de parar. Precisamos, e como, saber como será o desfecho disso tudo.” Robin McKinley “Ao mesmo tempo lírico e provocador. Incarnate é aquele tipo de livro que nunca nos abandona. Eu amei!!!” Rachel Hawkins “Uma palavra: IMPRESSIONANTE! Quer mais palavras? Vai nutrir sua alma e mexer com a sua cabeça!” Jeri Smith


Imagine um mundo inteiro de almas reencarnadas e uma única alma nova. Esta é Ana, a primeira pessoa a nascer em Heart sem reencarnar uma alma vivente há cinco mil anos. Ela é filha de Li e Menehem, dois reencarnados por gerações e gerações como os demais moradores humanos de Heart e Range, mas na noite em que a jovem nasceu algo aconteceu e a alma de Ciana – que devia reencarnar – não veio, deixando espaço para Ana.
A população não entendia o que aconteceu. Aquilo era inédito desde que os humanos se estabeleceram em Heart milhares de anos atrás. Menehem abandonou a família logo depois do nascimento de Ana e depois disso Li exilou a si e à filha longe da cidade, onde não teria que lidar com a vergonha de ter dado a luz uma criatura errada.
Li tão pouco se importava com Ana que a criança só falou pela primeira vez aos cinco anos e tudo que aprendeu, como ler e escrever, foi sozinha, muitas vezes escondida.
Ao completar 18 anos, Ana finalmente teve a oportunidade de sair do julgo de Li e conhecer Range. Seu intuito era ir direto para Heart para pesquisar tudo que pudesse encontrar sobre sua origem em busca do motivo de ter nascido no lugar de Ciana. Porém, usando uma bússola quebrada, Ana acabou muito perto da fronteira de Range com o território das sílfides – monstros que atacavam humanos e os queimavam até a morte – e foi atacada por elas, sendo salva por Sam, um humano reencarnado que não parecia se importar em conviver com uma sem-alma, que era o que Ana acreditava ser.
Ele a leva até Heart e a ajuda a enfrentar o Conselho – os líderes da cidade – que havia criado leis contraditórias sobre ela. Sam leva Ana para sua casa e lá começa a ensinar muitas coisas que ela sempre quis aprender, mas Li não permitia. Porém nem todos a aceitam, alguns parecem gostar dela, outros são indiferentes e muitos querem ver Ana longe. A vida dessa Almanova está longe de se acalmar.

Jodi Meadows criou um universo bem interessante onde as almas das pessoas reencarnam sempre que elas morrem até que uma nova alma surge entre eles sem explicação nenhuma. Não bastando essa mitologia, os humanos moram numa cidade cercada por um muro que pulsa como um coração e ainda sofrem ataques de sílfides – seres de névoa –, dragões e outros monstros.
Ana é uma personagem muito interessante. Diferente dos demais moradores de Range que, não importa a idade física, têm milhares de anos, é uma adolescente de verdade, com muitas dúvidas sobre sua origem e problemas sérios de autoestima, alimentados a vida toda por uma mãe que não a queria. Por isso, ela pode se tornar repetitiva em alguns momentos ao se defender, mas é obstinada em seguir seus objetivos e aprender coisas novas.
Sam, é uma alma milenar que manteve a mente aberta, diferentemente de vários de seus contemporâneos, e se dispõe a ajudar a Almanova a se descobrir, além de estar ele em mesmo em busca de desvendar alguns mistérios de sua vida.
O livro não se tornou um favorito, mas adorei a mística da história e acredito que a trilogia completa possa se tornar uma favorita, pois este primeiro volume é mais explicativo, já que a própria Ana – que é a narradora – não entende muito do que está à sua volta.
Para quem gosta de Young Adults com elementos de fantasia, está mais do que indicado!

Nota: 4,5/5.

Trilogia Incarnate:
#1 – Almanova
#2 – Almanegra (ainda não lançados no Brasil)

#3 – Infinita

Nenhum comentário :

Postar um comentário