#208: Esposa 22 – Melanie Gideon

, em quarta-feira, 4 de dezembro de 2013 ,
Bookmark and Share

Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Ano: 2012

Sinopse (Skoob):
Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento.

 

Alice Buckle tem quase 45 anos, está casada há 20 e tem dois filhos: Zoe, de quinze, e Peter, de dez. Ela e o marido, William, já não estão tão bem quanto antes, estão distantes e o casamento parece se encaminhar lentamente para o fim.
Depois de pesquisar no Google sobre casamentos infelizes, Alice recebe um convite para participar de um estudo sobre casamento, onde responderá a perguntas e conversará com um pesquisador de forma anônima.
Enquanto responde às perguntas do Pesquisador 101 e conversa on line com ele, Alice revisita seu passado e os momentos mais marcantes de sua vida com William – como eles se conheceram, quando começaram a sair, o nascimento dos filhos. Ela fala também de seu grande trauma – a perda da mãe – e o leitor percebe como isso influência sua vida de esposa e mãe.
Em meio a essas visitas ao passado, Alice precisa lidar com a paranoia de achar que o filho é gay e a filha tem transtorno alimentar, mesmo que as crianças aparentemente não sejam nada disso, e com a demissão de William.

Alice é muito maluca e em alguns momentos isso me deixou sem saco para as paranoias dela, mas num geral ela é uma mulher legal. Como é ela quem narra a história, não dá para ter uma real noção de como é o William e os outros coadjuvantes, mas eles são bem definidos e mostrados para uma narrativa em primeira pessoa.
Considerando o teor da história, acredito que quem mais vai apreciar o livro são mulheres acima dos 20 e com experiência em relacionamentos longos, mas isso não quer dizer que outros leitores não gostarão.
O livro aborda temas e dúvidas bastante atuais, como o tempo que passamos conectados hoje em dia e o afastamento que isso pode causar, e que – de uma maneira ou de outra – estão presentes na vida de todos, o que torna os personagens mais próximos de pessoas reais.
Apesar de eu ter descoberto o mistério do livro rapidamente, foi divertido ver a Alice desvendá-lo e acompanhar a reação dela à descoberta. Não fossem os momentos em que achei ela um pouco sem noção, teria dado nota cinco ao livro.

Nota: 4/5.


Livro escolhido pela Gisele para o mês de novembro do GBC.


Nenhum comentário :

Postar um comentário