#203: O Filho de Sobek - Rick Riordan

, em segunda-feira, 25 de novembro de 2013 ,
Bookmark and Share

*Livro digital - Intrínseca*

Sinopse (Skoob):
Percy Jackson encontra Carter Kane em mais uma eletrizante aventura do autor best-seller Rick Riordan. Ao investigar os ataques de um crocodilo imenso contra pégasos em Long Island, o grande herói do Olimpo conhece o líder da casa do Brooklyn, que também está no rastro da fera. Os dois se juntam para combater o terrível filho de Sobek, mas as dúvidas são muitas: por que há um monstro egípcio atacando mitos gregos? Será que a união de forças dos dois heróis será suficiente para derrotar a fera? E a mais importante: quem estaria por trás desse terrível evento?


Se você não leu nada da série Percy Jackson ou da série As Crônicas dos Kane, pode não entender muito do que estou falando.

Carter Kane estava sozinho na Casa do Brooklyn quando soube de um ataque de monstro em Long Island. Mesmo sem reforço, ele é um mago e precisa manter a paz da sociedade humana e os monstros escondidos, então reúne alguns apetrechos em sua mochila e no duat e sai à caça da tal ameaça.
Ele chega ao ponto de ataque e dá de cara com um crocodilo gigante usando um cordão conhecido. É um filho de Sobek. Enquanto Carter começa a bolar planos para acabar com a ameaça aparece outra pessoa para combater o bicho.
Percy Jackson e sua inseparável Contracorrente estão a postos para tentar dar cabo do crocodilo gigante, quando o jovem grego vê Carter perto do monstro. Então ele resolve tirar satisfações com o outro adolescente, achando que talvez ele possa ser quem está comandando o ataque.
Como um desconfia do outro e lembrando de avisos antigos sobre outros povos com os quais não devem se misturar, Carter e Percy são cautelosos em suas apresentações e explicações, mas não conseguem evitar o uso de expressões com as quais estão acostumados, como: nomo, acampamento, deuses, Sobek...

A grande dúvida ao final desse conto – meu Kobinho indicou 30 páginas – é quem mandou o crocodilo atacar Long Island, uma zona neutra nos EUA, que acaba atraindo um herói grego e um egípcio, que não deveriam se cruzar, para o mesmo lugar.
Adorei a história! É dinâmica, divertida e rapidíssima de ler.
E se O Filho de Sobek não significa um futuro livro misturando os universos dos olimpianos e dos egípcios, eu não sei o que mais poderia significar!

Só para completar, quero deixar claro que não aceito que tio Rick não dê continuidade a esse encontro, porque o gostinho foi bom demais!

Nota: 5/5.

Clique de O Filho de Sobek.

Nenhum comentário :

Postar um comentário