#195: Loucamente Sua - Rachel Gibson

, em segunda-feira, 21 de outubro de 2013 ,
Bookmark and Share

Editora: Jardim dos Livros
Páginas: 344
Ano: 2012

Sinopse (Skoob):
De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter "contato sexual" algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?


Delaney Shaw passou dez anos longe de Truly e de seu padrasto e pai adotivo Henry, mas agora ele morreu e deixou algo para ela em testamento e ela se vê obrigada a voltar à pequena cidade onde cresceu e da qual fugiu aos dezoito anos.
Nick Allegrezza é o bad boy de Truly e também filho bastardo de Henry. Ele nunca se deu com o pai, que nunca o aceitou ou assumiu, porém Henry deixou algo a ele em seu testamento e Nick se vê novamente manobrado pelo homem.
Henry Shaw sempre foi controlador e queria ver tudo acontecer do modo que queria. Até em sua morte. Por algum motivo, em seu testamento, ele continua querendo controlar tudo ao seu redor e os legados que deixa aos filhos são condicionados. Para Nick receber as propriedade, ele não pode ter contato sexual com Delaney por um ano. Para Delaney receber sua parte, ela precisa passar um ano em Truly, sem sair da cidade.
Manter-se longe um do outro não vai ser fácil, pois Nick e Delaney têm uma história. Ela não consegue entender porque ele sempre agiu de formas diametralmente opostas em relação a ela, em um momento implicando e em outro a ajudando. Ele quer encerrar um assunto que ficou inacabado entre os dois poucas noites antes dela ir embora da cidade.

Sabem quando você gosta da história, mas várias coisas te incomodam? Foi isso que aconteceu comigo e Loucamente Sua. Eu li super rápido e num geral gostei do livro, porém teve vários aspectos que tiraram meu foco.
Primeiro foi a revisão falha. Em alguns momentos cheguei a ter a impressão de que faltavam palavras na frase. E teve uma frase em que o nome do personagem principal estava escrito errado. Além de um ou dois momentos em que devia aparecer o nome de um personagem e aparecia o de outro.
Na história em si a demora demasiada em resolver as coisas me incomodou. É um chick-lit e esse gênero tem essa característica, mas as páginas passavam e passavam e o Nick e a Delaney não faziam quase nada para mudar a opinião um do outro sobre si, nem a das pessoas ao redor deles. E duas personagens, Gwen e Benita – principalmente Gwen – me tiraram do sério em alguns momentos.
Mas Delaney e Nick conseguiram salvar o livro com suas picuinhas e a relação explosiva dos dois. Tem também a carismática adolescente Sophie e a senhora Van Damme, que apesar de aparecerem bem pouco, têm boas cenas.
Para concluir, vou dizer que cada um deve resolver se vai se arriscar nessa leitura ou não. (Uma vantagem: é livro individual! \o/)


Nota: 3,5/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário