#194: A Escolha - Nicholas Sparks

, em sexta-feira, 18 de outubro de 2013 ,
Bookmark and Share

Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Ano: 2012

Sinopse (Skoob):
Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda assim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria para manter o amor de sua vida?


Travis Parker é, aparentemente, um típico boa vida. Passa as sextas em casa de pernas para o ar e sempre reúne os amigos no fim de semana em sua casa na beira-mar, para aproveitarem algumas cervejas e a piscina.
Gabby é vizinha de Travis, mas não o conhece – apenas de vista. Até que sua cachorra Molly aparece prenha e Gabby só consegue pensar que foi Moby – o cachorro de Travis – que deixou sua collie naquela situação, então vai até a casa dele depois que seus amigos vão embora e lhe diz poucas e boas.
Travis fica sem ação com o showzinho de sua vizinha e só depois consegue dizer a ela que Moby é castrado, o que deixa Gabby morrendo de vergonha depois da cena que fez. Só que toda a situação os aproxima e eles ficam amigos, até que a amizade se transforma em algo mais.

A Escolha começa com o Travis do presente pensando no que fazer em uma situação em que precisa tomar uma decisão definitiva. Enquanto pensa nisso ele se lembra de quando conheceu Gabby e de como a relação deles se desenvolveu.
Em geral, eu gostei do livro, mas principalmente da parte do passado, pois o Travis do presente é um pouco reflexivo demais para o meu gosto. Mas os personagens são carismáticos e até me apeguei a eles.
Nicholas não é um autor que me atraia muito, por saber do histórico dele, mas ele é ótimo em criar histórias de amor.

Nota: 3,8/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário