#164: Strange Angels - Lili St. Crow

, em quarta-feira, 10 de julho de 2013 ,
Bookmark and Share

Editora: Novo Século
Páginas: 288
Ano: 2010

Sinopse (Skoob):
O Mundo Real é um lugar apavorante. Basta perguntar para Dru Anderson, uma órfã de 16 anos - garota durona que já acabou com sua parcela de bandidos. Ela está armada, é perigosa e está pronta para atirar primeiro e perguntar depois. Então, vai levar um tempo até que ela possa descobrir em quem confiar. Dru Anderson se acha estranha por mais tempo do que é capaz de se lembrar. Ela viaja de cidade em cidade com seu pai, caçando coisas que nos aterrorizam à noite. Era uma vida bem esquisita, mas boa - até que tudo explode em uma cidade gélida e arruinada de Dakota, quando um zumbi faminto arromba a porta da cozinha. Sozinha, aterrorizada e sem saída, Dru vai precisar de cada pedacinho de sua esperteza e treinamento para continuar viva. Seres sobrenaturais decidiram ser os caçadores - e desta vez, Dru é a presa. Chance de sobrevivência? De pouca a nenhuma.


Dru Anderson é uma adolescente incomum, com um pai mais incomum ainda. Enquanto ela vai para a escola – porque é obrigada por ele –, o pai caça seres do Mundo Real.
O caso é que há o Mundo Normal – o dos humanos, onde criaturas como lobisomens, fantasmas e vampiros são apenas lendas – e o Mundo Real – onde esses seres realmente existem e ameaçam a humanidade, precisando ser caçados.
Dru ajuda o pai quando pode e quando ele deixa, até porque ela tem “o toque”, o dom de enxergar as criaturas do Mundo Real que o pai não tem.
Por conta das caçadas, eles vivem se mudando e no momento estão em uma pequena cidade onde neva quase o tempo todo e o pai de Dru está caçando sozinho, sem contar para a filha nenhum detalhe da missão auto imposta do momento. A adolescente não gosta nada disso, pois está com um mal pressentimento.
E ela tinha razão de estar incomodada. O pai, que sempre voltava para casa no máximo até o amanhecer, não voltou de sua última caçada e na noite seguinte Dru é atacada por um zumbi e o mata. A partir daí as coisas só pioram. Como? Descubram lendo Strange Angels.

Quer ler um juvenil cheio de desgraça, pode se jogar em Strange Angels, porque depois que as coisas começam a dar errado para a Dru, elas só pioram.
A história é muito interessante, mas tem várias coisas que me incomodaram e não me deixaram aproveitar tanto o livro.
Primeiro: a revisão está longe de ser boa e o livro contém muitos erros que eu nem perdi meu tempo marcando nem nada.
Segundo: a Dru se sente machucada, mas não para um segundo para checar o próprio corpo, mesmo tendo tempo para isso.
Terceiro: para que uma narrativa cheia de gírias? Tudo bem que a intenção é mostrar que a história foi contada por uma adolescente de 16 anos para outros adolescentes, mas aos 16 eu escrevia muito melhor que esse horror de gírias e conseguia deixar subentendido que a história estava sendo contada por uma adolescente.
Tirando isso tudo, gostei do livro. A Dru chora um bocado, mas nem isso impede ela de resolver os problemas. Ela faz tudo chorando. rs E dá para entender o porque de tantas lágrimas, porque é problema demais e um por cima do outro sem dar tempo para ela desabar de uma vez e se recuperar.
Então se você gosta de juvenil sobrenatural e consegue passar por cima de erros de revisão e gírias até não poder mais, pode investir em Strange Angels que a história é boa.

Nota: 4/5.

P.S.: Muitíssimo obrigada pelo empréstimo, San!

Nenhum comentário :

Postar um comentário