#149: Graceling - O dom extraordinário - Sete Reinos #1 - Kristin Cashore

, em quarta-feira, 17 de abril de 2013 ,
Bookmark and Share


Editora: Rocco
Páginas: 496
Ano: 2011


Sinopse (Skoob):
Em seu livro de estreia, Kristin Cashore leva os leitores para o incrível mundo dos sete reinos, onde vive Katsa, uma jovem guerreira que descobre ter uma habilidade extraordinária: o dom de matar. Combinando elementos de fantasia e romance, a autora retrata habilmente as descobertas e as angústias da garota, evitada e temida pelo seu dom. O livro alcançou a lista dos mais vendidos do The New York Times e recebeu diversos prêmios, entre eles o de livro do ano da prestigiada Publishers Weekly. A jovem guerreira Katsa tem olhos de cores diferentes: um azul e outro verde. Esta peculiaridade não ressalta apenas a beleza da jovem, mas também a marca de um verdadeiro Graceling, alguém com um dom extraordinário. Alguns são excelentes nadadores, dançarinos, cozinheiros, matemáticos. Mas o dom de Katsa é diferente e único: ela possui a habilidade de lutar e matar. Por causa disto, é usada como assassina pelo cruel rei de Middluns, o seu próprio tio. Consumida pela culpa, Katsa cria o Conselho, uma confraria, a partir da qual passa a promover missões secretas para prevenir injustiças e lutar pela liberdade. Combinando elementos de fantasia e romance, Cashore retrata habilmente as crises, descobertas e angústias de Katsa. Evitada e temida pelo seu Dom, a jovem luta com questões de liberdade, verdade e lealdade enquanto tenta sair do domínio maligno de seu tio. Uma tarefa complicada para quem cresceu sem muitos amigos. A reviravolta na vida de Katsa começa quando conhece um misterioso jovem, durante uma missão de resgate orquestrada pelo Conselho. De volta para Middluns, Katsa descobre que Po é o mais jovem dos herdeiros do reino de Lienid, neto do ancião que resgatou e também um Graceling. Diferentemente dos outros, Po não a teme e se mostra capaz de olhá-la nos olhos. E com o seu misterioso dom, parece ser o único capaz de enfrentar Katsa em combate. Juntos, os dois Graceling partem numa aventura para encontrar o responsável pelo sequestro do avô de Po e descobrem muito mais do que esperavam sobre seus dons, suas vidas e sobre o futuro de todos os 7 reinos. Com uma escrita elegante e personagens inesquecíveis, Kristin Cashore cria uma fantasia empolgante, uma aventura que desafia a própria morte, e uma belíssima história de amor. 

Depois dessa sinopse e-nor-me, vocês hão de concordar comigo que eu não preciso resumir a história, não é? A não ser que eu quisesse soltar alguma spoiler, o que de forma alguma farei, fiquem tranquilos.
Dito isso, falarei do que a leitura me passou e, antes de mais nada, vou dizer que amei!
Katsa é uma personagem forte – nada de mocinha indefesa – não só pelos poderes que tem, mas por sua criação. Ela passou por tanta coisa desde a infância que teve de aprender a ser durona. Se fechou para a maioria das pessoas, porque só o que o povo faz é ter medo dela.
Po é um jovem gentil e que guarda um segredo quase grande demais para si. Porém ele cresceu aprendendo a guardar esse segredo, então o fardo termina não sendo tão grande. Além de gentil, ele é animado e obstinado também.
Os personagens secundários como Raffin e Oll, dentre outros, são explorados o suficiente para conhecermos eles, mas não demais que eles se sobreponham aos personagens principais, apenas entendemos exatamente o que eles fazem para ajufar os protagonistas. (Eu até quero ler um livro com o Raffin sendo o protagonista.)
A narrativa é ótima e eu li rápido. Gostei da linguagem empregada pela Kristin e o jeito como ela abordou tudo. (Estou esquecendo de alguma coisa que eu queria falar...) A capa é linda!
Eu me diverti, me emocionei (chorei um bocado, na verdade – manteiga derretida que sou) e, no fim, fiquei em êxtase. Pensando na história um bom tempo depois de ter terminado.
Ah! Eu adoro o Po, mas precisava ser esse o nome do garoto? Ele podia ter um nome menos estranho. rsrs


Nota: 5/5 - favorito!

Nenhum comentário :

Postar um comentário