#141: Nascida à meia-noite – Acampamento Shadow Falls #1 – C. C. Hunter

, em segunda-feira, 25 de março de 2013 ,
Bookmark and Share


Editora: Jangada
Páginas: 315
Ano: 2011

Sinopse (Skoob):
Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e uma noite, depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, é enviada pela mãe para Shadow Falls – um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa cidade chamada Fallen, no meio de uma misteriosa floresta. Isso muda sua vida para sempre. Poucas horas depois de chegar, ela descobre, assustada, que seus colegas não são apenas “problemáticos”. Kylie nunca se sentiu normal, mas também não se considera como uma daquelas aberrações paranormais. Ou será que ela é? Em Shadow Falls, vampiros, lobisomens, metamorfos, bruxas e fadas aprendem juntos a desenvolver seus poderes, controlar sua magia e viver no mundo normal. No entanto, as coisas tomam um rumo diferente quando dois carinhas interessantes entram em cena. Derek, um fae que possui poderes mágicos, quer a todo custo ser seu namorado e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto. De início, tudo o que Kylie deseja é sair de Shadow Falls e voltar para casa. Porém, com Derek e Lucas ocupando um lugar cativo em seu coração e depois de descobrir que ela própria tem estranhos poderes, talvez sua vida nunca mais volte a ser a mesma...


Mais um livro do DRD/13 aparecendo por aqui. Dessa vez cumpri o item 5 – ler um livro cujo autor tenha a mesma inicial do seu nome.
Eu comprei Nascida à Meia-Noite pela capa, sem mentira nenhuma. Claro que a sinopse também me agradou, mas a capa me ganhou logo e posso dizer que foi uma ótima aquisição, já que adorei o livro. Acompanhem-me.

Kylie Galen está passando por maus bocados. Ela nunca se encaixou na escola e tem apenas uma amiga, Sara, com quem já não se identifica tanto. Foi presa por estar numa festa sem a supervisão de adultos e onde tinha bebida e drogas, apesar de não ter tocado em nada. Seus pais estão se separando e o pai, de quem ela sempre foi mais próxima, sai de casa sem nem perguntar se ela prefere ir com ele. A mãe, que parece a Rainha do Gelo, resolve – seguindo a dica da analista de Kylie, que ela começou a visitar depois de acordar aterrorizada por pesadelos noites seguidas – mandar a filha para um acampamento de verão; um acampamento para jovens problemáticos.
Já no caminho para o acampamento, Kylie percebe que não está entre pessoas normais. Uma das garotas no ônibus está, aparentemente, conversando com um sapo em um momento e logo depois o sapo sumiu. O rapaz sentado à sua frente tem olhos que mudam de cor de instante em instante, em um momento pretos, depois verdes, hora azuis... Outra garota é pálida como a morte.
Chegando a Shadow Falls, tudo fica mais e mais confuso. Kylie se descobre em meio a sobrenaturais – meio humanos: bruxas, vampiros, lobisomens, faes, metamorfos e outras criaturas. E tudo indica que Kylie também é diferente, mas ela não acredita nisso, apesar de ela estar sendo perseguida por um fantasma.
Vocês acham que já basta? Não, não basta. Como toda adolescente que se preze, Kylie precisa ter problemas com garotos, é claro. Os rapazes a volta dela são: Trey, seu ex-namorado, de quem ela ainda gosta; Derek, um garoto fofo que a faz lembrar de Trey, mas é ainda mais bonito; e Lucas, que ela lembra de ter conhecido quando criança e que tem os olhos azuis mais lindos do livro! aparentemente não lembra dela ou do que fez a ela.

Viram o tanto de encrencas que Kylie enfrenta? Pois é. Tudo isso faz de Nascida à meia-noite um livro divertido, pois é tanto problema e ela meio que quer resolver tudo ao mesmo tempo, ainda tendo que separar as brigas de suas colegas de quarto, também tentando decidir de qual dos rapazes ela mais gosta, que terminam acontecendo situações engraçadas.
É de leitura rápida também, pois os capítulos são curtos.
Em contrapartida, descobrir os próprios poderes dá uma certa tensão à história, assim como aprender a conviver com todos aqueles outros seres diferentes e cheios de peculiaridades, se acostumar com as regras da sociedade sobrenatural e ajudar a líder do acampamento a resolver uma situação que pode vir a fechá-lo.
Eu encontrei alguns errinhos como desinência de gênero trocada e um probleminha de concordância aqui ou ali, mas nada que atrapalhasse o andamento do livro.
Gente, leiam! Eu adorei!


Nota: 4,8/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário