#108: Aura Negra - Vampire Academy - Richelle Mead

, em segunda-feira, 29 de outubro de 2012 ,
Bookmark and Share


Editora: Nova Fronteira
Páginas: 304
Ano:2010

Sinopse (Skoob):
A Escola São Vladimir está em alerta após um ataque dos sanguinários Strigoi. Os Guardiões admirados por suas habilidades e seus grandes feitos, se preparam para entrar em ação. A escola envia seus alunos para um hotel de luxo e bem protegido, porém um imprevisto obriga Rose a deixar a segurança de seu lar e impedir que o pior aconteça. Apenas quando a vida de seus amigos está por um fio é que a heroína descobrirá força dentro de si.


Aura Negra é o segundo volume da série Academia de Vampiros, então, recapitulemos: Rose Hathaway é uma guardiã aprendiza e dampira, o que quer dizer que ela é meio humana meio vampira e que sua missão na vida será proteger um Moroi depois de se formar; os Moroi são vampiros mortais e Lissa Dragomir é dessa raça, ela é a melhor amiga de Rose e é protegida por ela e por Dimitri Belikov; Dimitri é lindo, maravilhoso, perfeito instrutor de Rose na Escola São Vladimir e também é dampiro.
Em O beijo das Sombras, nós conhecemos o universo vampiresco criado por Richelle Mead e somos apresentados às habilidades especiais de Lissa e Rose e de outros personagens amigos e inimigos de ambas. Em Aura Negra, elas já estão na escola há alguns meses e tudo parece estar mais calmo.

A partir daqui pode haver spoiler para quem não leu o volume um.
Apesar das coisas estarem aparentemente mais calmas, Rose está a cada dia mais estressada: sua atração por Dimitri piora a cada dia que passam juntos, a preocupação com Lissa aumenta quando ela diz achar que os comprimidos não estão mais funcionando tão bem, tem ainda o ciúme por Lissa passar tanto tempo com Christian.
Então, chega o dia de sua avaliação com um guardião sênior para saber se ela está realmente apta a continuar seu treinamento e ser sagrada guardiã no final do ano escolar. O comum é o sênior ir até a escola testar o aprendiz, mas Dimitri leva Rose até aquele que irá testá-la, pois este está a serviço de uma família real Moroi que mora perto da Academia.
Chegando à residência dos Moroi, Rose e Dimitri encontram uma cena aterradora: toda a família, convidados e guardiões estão mortos. Já nas investigações preliminares, eles percebem que a chacina foi obra de Strigoi, os vampiros imortais que gostam de se alimentar de sangue Moroi para ficar mais fortes. O pior de tudo é que eles parecem ter se aliado a humanos para realizar o ataque.
De volta à escola, os demais alunos não conseguem falar de outra coisa e Rose só quer esquecer o que viu. Quando outra família real é atacada, os vampiros começam a entrar em pânico e alterar seus planos para o Natal que será em poucos dias. A Escola São Vladimir passa a receber mais e mais hóspedes, inclusive vários guardiões, dentre eles Janine Hathaway, mãe de Rose.
No feriado, para manter as famílias unidas e protegidas, todos vão para um hotel de luxo com pistas de esqui, onde Rose consegue se divertir um pouco e esquecer seus problemas competindo com Mason.

~*~

Aura Negra é bem melhor que o primeiro livro! E olhem que eu adorei o primeiro.
Rose está mais irônica, sarcástica e desbocada do que nunca. A reaparição da mãe, com quem ela não tem uma relação, parece duplicar seus problemas. O surgimento de uma mulher bonita e disponível na vida do homem por quem Rose é apaixonada, além do relacionamento cada vez mais íntimo entre Lissa e o namorado, fazem a jovem mostrar seu lado mesquinho e egoísta com toda a força.
Outra coisa que deixou o livro melhor foi a menor quantidade de explicações. Como o volume 1 já possui muitas das explicações necessárias sobre o universo criado por Mead, o prólogo narrado por Rose nos lembra do principal e daí para frente é só ação, confusão, romance e cenas fofas e engraçadas.
Eu perdi a conta de quantos “own” e “que bonitinho!” eu disse durante a leitura. Também dei gargalhadas. Tem um capítulo em especial que me fez ter uma crise de riso.
O que eu mais estou gostando na narrativa de Richelle Mead é que apesar de Rose ser uma heroína e de toda aquela perfeição que envolve os vampiros, ela ainda faz da personagem uma adolescente comum, com inseguranças e medos tanto na vida pessoal quanto na profissional. Isso aproxima a personagem do leitor.
E seus galãs também não são perfeitos, cometendo seus erros, como qualquer pessoa normal. Aliás, que galãs são esses? Preciso de um Dimitri na minha vida! Ou um Christian! Ou um Adrian! Se ele parar de fumar... Poderia ser um Mason também... Ops! Desculpem! A periguete literária tomou conta de mim por um momento.
Então, uma das minhas próximas leituras é o volume 3 da série: Tocada pelas Sombras, portanto aguardem a resenha e eu espero continuar adorando Vampire Academy. E que quem embarque na leitura da série também goste como eu.

Nota: 5/5 ~ favorito! *-*

Nenhum comentário :

Postar um comentário