#87: A filha da minha mãe e eu - Maria Fernanda Guerreiro

, em sexta-feira, 17 de agosto de 2012 ,
Bookmark and Share


Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Ano: 2012

Sinopse (Skoob):
Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um.


Mariana acaba de descobrir que está grávida e resolve que antes de se sentir totalmente mãe, ela precisa encarar a relação com sua própria mãe e definir seus sentimentos e ações. Assim ela nos leva pela história da sua vida com todos os pontos bons e ruins.
Conhecemos seus pais, Tito e Helena, e ficamos sabendo que Mariana sempre se deu bem com o pai, mas não tinha uma relação tão boa com a mãe que parecia gostar mais do irmão, Gustavo.
Acompanhamos o ciúme que Helena sentia de Mariana com Tito. A insegurança e erros de Nana com os homens com quem se envolveu. As brigas de Helena por conta da reação de Tito com os pais e irmã dele. o envolvimento de Guga com as drogas. O grande segredo de família envolvendo o nascimento de Gustavo e a mãe de Helena.
Enfim, A filha da minha mãe e eu conta a história da família de Mariana por seu ponto de vista e por tudo que ela foi descobrindo enquanto crescia.

A história toda é contada em sequência cronológica dos fatos, mas em alguns momentos dá umas voltas que me deixaram levemente perdida. Além disso, apesar de passar uma mensagem importante, não me tocou profundamente, pois eu não me identifiquei com a personagem, acredito que por a minha relação com minha mãe ser bem diferente da de Mariana e Helena.
No mais, a escrita da Maria Fernanda é fluida e descomplicada, nos envolvendo na história de vida de sua personagem e em todos os seus dramas.
Eu indico para todos, pois apesar de eu não ter me identificado, acredito que muitos outros podem se ver na vida de Mariana e assim até receber ajuda, de alguma maneira, para resolver seus problemas como ela resolveu.
                                 
Nota: 3/5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário